Implantologia

Implantologia

Os implantes são estruturas em forma de parafusos que quando instalados, têm como finalidade substituir as raízes dos dentes naturais perdidos ou extraídos. São introduzidos dentro do osso por meio de uma cirurgia, para futuramente apoiar dentes artificiais (coroas, pontes fixas ou dentaduras).

Eles são feitos de titânio, uma liga metálica biocompatível, que pode conviver perfeitamente dentro do nosso organismo sem causar nenhuma reação indesejável como a rejeição. O Titânio além de ser usado na Odontologia, é largamente usado na medicina, na reconstituição de fraturas por meio de pinos, placas e parafusos.

É necessária uma rigorosa avaliação nas condições de saúde geral do paciente, porque algumas doenças podem comprometer o resultado desejado. Normalmente é solicitado um exame de sangue ou encaminhamos o paciente para uma avaliação médica. Além desses cuidados solicitamos radiografias ou tomografia para analisar as condições ósseas e verificar as condições de saúde da boca e dos dentes remanescentes. Muitas vezes é necessário tratar os dentes existentes antes de realizar a cirurgia de implantes (evitando contaminação do implante).

Todos os cuidados que devem ser dispensados aos dentes naturais, também se fazem necessários aos implantes dentais. É possível preservá-los por toda a vida. É muito importante fazer a manutenção periódica.

A reabilitação com o uso dos implantes, traz inúmeros benefícios aos pacientes psicologicamente e socialmente.