Medo

medo

Muitas vezes, experiências negativas ou até mesmo o temor infundado provocam reações psicológicas que levam o indivíduo a adiar, indefinidamente, o tratamento odontológico.

Com a aplicação de algumas técnicas, eliminamos ou atenuamos significativamente o stress e a ansiedade tão comuns destas ocasiões. O conhecimento mútuo paciente/profissional é fundamental para se criar uma atmosfera de respeito e confiança que facilita o tratamento.

Em relação às crianças, lembramos que é  importante o contato delas  com o  dentista desde a época da amamentação e mais importante  ainda é que os pais ou responsáveis não transmitam seus receios ou  experiências desagradáveis à elas, fazendo com que se  sintam ameaçadas antes mesmo de chegarem ao consultório.

O Desenvolvimento Médico-Odontológico nos possibilita hoje realizar um Tratamento sem causar “medos” ou “traumas” nos pacientes.